Piloto paulista, em dia de aniversário, conseguiu a terceira vitória na temporada na categoria PRO. Diego Nunes venceu na AM e Danilo Ramalho na PROAM. Próxima etapa da Special Edition será em Minas Gerais, em 1º de novembro.

Goiânia (GP) – Uma disputa de tirar o fôlego e com pilotos de muita habilidade. Assim foi a terceira corrida da GT Sprint Race/Special Edition, realizada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). No final, após um duelo de gente grande pela ponta, terceira vitória de Thiago Camilo, que completou as 15 voltas em 27min09seg203. Sérgio Ramalho (GTSR#88/PRO), ficou em segundo, a 1s171, enquanto Diego Nunes (GTSR#85/AM).

A primeira etapa da GT Sprint Race/Special Edition foi, como o nome diz, especial. A estreia da categoria em Goiânia não poderia ter sido melhor, com três corridas emocionantes e os pilotos dando um show à parte. Na terceira delas, na tarde deste domingo, que definiu os campeões da etapa, teve de tudo: disputa, Safety Car, carros lado a lado e alternância seguida de liderança. Ou seja, um dia perfeito para quem gosta de adrenalina.

A prova teve dois momentos distintos. No primeiro, antes da paralização forçada em razão de um acidente na pista, Pedro Lopes (GTSR#18) dominou, brigando com Sérgio Ramalho e Weldes Campos (GTSR#18). Na retomada, entretanto, Camilo, que largou em último, passou Weldes e entrou na briga.  Os três pilotos chegaram a ficar lado a lado e quem acabou levando vantagem foi o paulista que, partir daí, alternou a ponta com Ramalho. Faltando um pouco mais de um minuto, Camilo conseguiu abrir vantagem, aproveitando a pressão de Diego Nunes em Sérgio Ramalho pelo segundo lugar, e garantiu a terceira vitória na categoria em 2020.

“Foi uma corrida muito especial e muito divertida também. Eu larguei em último, então fiz uma corrida de recuperação, consegui encaixar uma boa largada e estou muito feliz de conseguir essa vitória da maneira que foi. Também foi legal ter uma jovem revelação do nosso automobilismo do meu lado durante esse fim de semana que é o Pedro Ferro. A gente trabalhou bastante para acertar o carro, mas que bom que a gente conseguiu terminar o fim de semana assim, no alto do pódio”, afirmou o vencedor.

“Hoje é meu aniversário e acho que foi um grande presente. No fim estou longe da minha família, dos meus amigos, da minha filha e da minha esposa, mas de qualquer maneira eu estou fazendo aquilo que eu amo e sou muito grato a isso. Quero agradecer aos meus patrocinadores e também ao Pedro que me deu essa oportunidade de estar com ele e ao Thiago Marques, da GT Sprint Race. Vamos com tudo pela briga do campeonato”, completou.

PROAM e AM

Na briga da PROAM, Danillo Ramalho teve o melhor desempenho, pois ficou com a vitória na categoria e o quinto lugar na geral. Alex Seid (GTSR#1) terminou em segundo (6º no geral) e Weldes Campos em terceiro.

“Foi uma prova bem disputada, com grandes nomes, uma experiência nova pra mim. Foi minha terceira etapa na GT Sprint Race e nós estamos nos adaptando ao carro, mas o nível é altíssimo e como piloto nós crescemos muito. Foi uma corrida difícil, com calor absurdo, então tem muito desgaste no meio da prova também. No final a gente perdeu um pouco de rendimento, mas no final deu tudo certo e conseguimos ser bem competitivos”, explicou Danillo.

O experiente Diego Nunes, que também disputa a Stock Car, venceu na AM, ficou em terceiro no geral e ainda marcou a melhor volta. Pedro Costa (GTSR#44), foi o segundo colocado e Luca Milani (GTSR#55) o terceiro.

“Foi uma experiência bem legal, tivemos um problema, mas mesmo assim deu tempo de arrumar o carro e ficou perfeito. Faltou largarmos um pouquinho mais para frente e talvez daria pra ter brigado com o Thiago pela vitória. Eu fiz a volta mais rápida, mas para uma estreia está muito bom. Saímos com a vitória da AM, então fiquei muito feliz”, afirmou.

Para Thiago Marques, CEO da GT Sprint Race foi um daqueles finais de semana de rachar de emoção, preocupação, tensão e realização, enfim tudo junto em um só dia. “Vimos uma das etapas mais disputadas da história da Sprint. Dá para tirar um saldo positivo da segurança dos carros, destacando a forma de sair dos GTs, com dois pilotos grandes que são o Josimar Jr. e o Adalberto Baptista. Ambos saíram super bem e rápidos, o Adalberto ainda pela escotilha, pela eficiência que nos empenhamos nessa questão que é a segurança. Nosso foco agora é trabalhar para tentar chegar com os 20 carros para o próximo desafio que é daqui a 15 dias, que é uma meta bem ousada”, declara.

A segunda etapa e que definirá os campeões da Special Edition, torneio inédito da GT Sprint Race, será no dia 1º de novembro na inauguração do Autódromo de Potenza, localizado na Zona da Mata mineira, em Lima Duarte (MG). Antes, porém, acontecerá a terceira etapa da GT Sprint Race 2020, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), entre os dias 8 e 11 de outubro.

Special Edition – O sistema de classificação segue regulamento ao estilo australiano, a cada etapa serão três corridas e podem se inscrever para cada carro até três pilotos. Nessas etapas especiais, os pilotos vão competir em até três inscritos por carro, cada qual em sua respectiva classe (PRO, PROAM e AM) e além do título do minitorneio, concorrerá a R$ 40.000,00, como prêmio aos campeões e R$ 20.000,00 aos vice-campeões. Os valores serão em crédito para serem utilizados na próxima temporada da GT Sprint Race.

As duas corridas deste domingo tiveram transmissões ao vivo com imagens geradas pela MasterTV no Youtube.com/acelerados, no BandSports e no canal da Sprint Race no YouTube (youtube.com/GTSprintRace),  além da cobertura dos bastidores pelas plataformas digitais da competição, dos canais Hight SpeedTV e Box 77. Também serão exibidas para todo Brasil durante a semana, no programa Auto + da RedeTV!, no Programa Acelerados no SBT e YouTube (youtube.com/acelerados) e no Programa Velocidade Máxima no National Sports Channel.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Tekbond, Yokohama, Militec1, Sparco, TecPads, Injepro e Fremax.

Confira o resultado da terceira corrida da Special Edition:

1) #21 Thiago Camilo/ Pedro Ferro, PRO, 27m09s203, a 15 voltas

2) #88 Sérgio Ramalho/Daniel Coutinho/Dudu Trindade, PRO, 1s171

3) #85 Diego Nunes/Eduardo Menossi/Marcelo Brisac, AM, 1s895

4) #18 Pedro Lopes/Gabriel Silva, PRO, 2s347

5) #53 Danillo Ramalho/Enrico de Lucca, PROAM, 17s153

6) #44 Pedro Costa /Luiz Arruda, AM, 24s131

7) #01 Alex Seid/Marcelo Henriques, PROAM, 29s191

8) #55 Luca Milani/Walter Lester, AM, 38s510

9) #07 Raphael Teixeira/Pedro Bezerra, AM, 59s560

10) #09 Sidney Campos, AM, 1m38s356

11) #11 Weldes Campos/Ricardo Sperafico, PROAM, a 2 voltas

12) #77 Daniel Correa, PRO, a 3 voltas

Não completaram 75% da prova:

13) #82 Gerson Campos, PRO

14) #27 Giuliano Losacco/Edison Cortez, AM

15) #793 Adalberto Baptista, PROAM

16) #30 Josimar Jr/Rodrigo Sperafico, PROAM

Melhor volta: Diego Nunes (#85), 1m35s508 (média 144,553 km/h)

Classificação da Special Edition por categoria

PRO

1) #18 Pedro Lopes/Gabriel Silva, 71 pontos

2) #77 Daniel Correa, 54

3) #21 Pedro Ferro/Thiago Camilo, 49

4) #82 Gerson Campos, 35

5) #17 Daniel Coutinho/Dudu Trindade/Sérgio Ramalho, 29

PROAM

1) #11 Weldes Campos/Ricardo Sperafico, 69 pontos

2) #53 Enrico de Lucca/Danillo Ramalho, 66

3) #01 Marcelo Henriques/Alex Seid, 59

4) #793 Adalberto Baptista, 42

5) #30 Josimar Jr./Rodrigo Sperafico, 32

AM

1) #44 Luiz Arruda/Pedro Costa, 59 pontos

2) #85 Marcelo Brisac/Eduardo Menossi/Diego Nunes, 54

3) #55 Walter Lester/Luca Milani, 52

4) #09 Sidney Campos, 41

5) #07 Pedro Bezerra/Raphael Teixeira, 41

6) #27 Edison Cortez/Giuliano Losacco, 33

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: fb.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintrace

Site: www.sprintrace.com.br

Fotos para download:  https://www.flickr.com/photos/gt_sprintrace/albums

Consultoria de Comunicação e Assessoria de Imprensa

SIG Comunicação – sig@sigcomunicacao.com.br

Silvana Grezzana Santos | +55 (11) 999.726.966

Crédito fotos: Luciano Santos/SiGCom